Home / Bares / Carmelita Pub Bar

Carmelita Pub Bar

carmelita

Hola borrachos, todo bien?

Esses dias eu e a minha namorada estávamos afim de sair para jantar e tomar umas cervejas especiais, daquelas que fazem o coração bater mais forte e deixam o sorriso estampado de orelha a orelha. Pensando nas várias possibilidades que Porto Alegre nos oferece e eu dei a sugestão da gente ir no Carmelita, que fica ali na Travessa do Carmo n° 54 no tradicional bairro boêmio desta cidade.

O Carmelita é um daqueles lugares que te impressiona desde o momento em que tu põe os pés lá dentro pela primeira vez. É um bar com vida, com história e com uma trajetória muito bacana. Para quem não sabe, o Carmelita é “tipo uma nova roupagem” do Zelig Bar, aquele velho e conhecido bar que por décadas esteve ali na Sarmento Leite, mas que hoje faz parte apenas da história dos bares e das cervejas artesanais em Porto Alegre. O Pio e a Bia Cardozo, irmãos e parceiros nessa empreitada há muitos anos, são os responsáveis pelo bar, pelo cardápio, pelo atendimento, pelo repertório musical de muito bom gosto e são também os responsáveis pela popularização das cervejas artesanais nesta capital. Sim! Essas duas figuras da noite porto alegrense fazem parte do time dos pioneiros no quesito cerveja artesanal. Como exemplo, eu cito a Cerveja Coruja, que no dia 13 de setembro de 2004 foi lançada lá no Zelig Bar e teve todo apoio do Pio e da Bia.Se vocês estiverem afim de saber um pouco mais sobre como começou essa história de cerveja artesanal em Porto Alegre, deem uma passada no Carmelita, puxem uma cadeira de batam aquele papo descontraído com eles.

Quando eu cito o Carmelita e fico falando do Zelig, é porque durante muitos anos eu fui frequentador assíduo desse bar, e até hoje tenho nas minhas melhores memórias os bons momentos que passei lá dentro. E na minha opinião, um não deixou de ser o outro, o Carmelita não deixou de ser o Zelig, o Zelig sempre foi um pouco de Carmelita e os dois na verdade são a união e a essência de um bar com alma e coração. Palco de grandes shows de artistas gaúchos, nacionais e internacionais, o Carmelita sempre tem atrações musicais, cerveja artesanal, chopp gelado e uma cozinha que enche os olhos, a boca e a barriga.

Mas deixa eu voltar a falar do meu passeio com a minha namorada antes que eu fique aqui contando as clássicas e proibidas histórias do Zelig.

Há tempos eu queria tomar uma artesanal Stout mas não encontrava um motivo pra isso. A Mayumi (conhecida também como namorada) caiu na graça de falar que nunca tinha tomado uma ceva desse tipo.

– Bia, me vê uma Stout Irmãos Ferraro por favor.

Borrachos, essa guria parecia uma criança com brinquedo novo segurando aquele copo e tomando aquela cerveja. Eu confesso que fiquei muito impressionado com a qualidade da Stout da Irmãos Ferraro e recomendo ela de olhos fechados para qualquer ser humano da face dessa terra.

Stout - Irmãos Ferraro
Stout – Irmãos Ferraro

Entre uma conversa e outra, um gole daqui e outro dali, resolvemos começar a comer. Que tal começar com um Creme de Moranga e Caldinho de Feijão? Agora adiciona um pouco de pimenta, pega um pãozinho e coloca um pouco de pesto. É de comer rezando. Juro! Se você for no Carmelita e comer tanto o creme de moranga quanto o caldo de feijão e vier me falar que não gostou, eu vou ser obrigado a te encaminhar para o consultório da minha psicóloga e sugerir a mais rápida internação clínica. Só para provocar um pouco as lombrigas que habitam esse corpo aí, eu vou colocar aqui abaixo algumas fotos dos pratos indescritíveis que são servidos lá no Carmelita.

Como você pode ver nas fotos acima, conforme a gente ia comendo e comendo e comendo, também íamos pedindo outras cervejas. Depois da Irmãos Ferraro nós começamos a tomar algumas cevas da Barco. Tanto a Thai Weiss com gengibre quanto a Kings of Queens desceram maravilhosamente bem. Nesse meio tempo eu lembro de ter tomando uns 2 ou 5 canecos de chope Whitehead (tem o Pale Ale e o Pilsen) entre uma mordida e outra nas batatas. E veja bem, não é qualquer batata! Só de olhar pra foto e lembrar eu já sinto saudades.

A decoração do bar é uma história a parte, única e de um bom gosto incrível. Uma marca registrada desses dois irmãos que há anos fazem da noite de Porto Alegre um lugar muito melhor, sempre foi saber exatamente a medida da decoração X disposição dos objetos. Eu não entendo muito de arquitetura, na verdade não entendo nada, mas entendo bastante de bar, afinal de contas to sempre dentro de um. No Carmelita tu vai encontrar objetos antigos, raros, novos, únicos, coloridos, com desgaste do tempo, placas que provavelmente foram fabricadas muito tempo antes de tu nascer, garrafas de cervejas antigas, barris de madeira e uma série de outros itens que compõe a decoração do bar. Aqui abaixo eu coloco uma galeria de fotos do bar e deixo que você mesmo tire as tuas próprias conclusões.

Com todas essas informações eu acredito que você ficou curioso para conhecer o Carmelita. Maiores informações, reservas, agenda de shows e novidades sobre o bar podem ser encontradas no Facebook do Carmelita.

 

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *