Home / Curiosidades / Pilsen ou Lager?

Pilsen ou Lager?

Houve uma vez que estava me preparando para jogar o famigerado futebol e conversava sobre cerveja com um amigo. Lá pelas tantas, chegou uma Cerveja Original na mesa, e como eu participava de um grupo de estudos do BJCP na época, comentei que a cerveja se tratava uma Lager. Foi o estopim para iniciar um debate sem fim sobre o tema “Pilsen ou Lager“, onde o principal argumento do meu amigo era a palavra “Pilsen” impressa no rótulo da Original, além de ser o modo como as cervejarias brasileiras denominam suas cervejas “comerciais”.

MAS AFINAL, É PILSEN OU LAGER?

Tecnicamente, podemos afirmar que nenhuma cerveja das grandes cervejarias nacionais é Pilsen. A maioria delas pertence ao grupo chamado de American Lagers.

Para conseguir explicar melhor a diferença entre os dois estilos, primeiro vamos relembrar um pouco do nosso post sobre as Famílias de Cerveja, onde apresentamos as principais famílias cervejeiras, Ale, Lager e Lambic (como todo o post foi dedicado a isso, vou resumir abaixo as principais características das famílias):

ALE: Cervejas de alta fermentação, encorpadas, com sabores mais complexos e variados.

LAGER: Cervejas de baixa fermentação, normalmente mais leves e menos alcoólicas que as Ales.

LAMBICS: Cervejas de fermentação espontâna, que utilizam leveduras selvagens ou outros microorganismos na fermentação.

Tanto as Pilsen quanto as American Lagers pertencem à família das LAGERS, mas apesar disso, possuem diferenças marcantes, como, por exemplo, o nível de amargor, ingredientes e utilização de adjuntos. A partir dessas duas diferenças básicas e utilizando o Guia de Estilos do BJCP (Beer Judge Certification Program) conseguimos entender as diferenças entre os grupos:

PILSEN

Pilsen ou Lager - 4 ingredientesAmargor: O IBU (Unidades Internacionais de Amargor)  deve começar em 25 e pode ir até 45.

Ingredientes: Deve seguir a Lei de Pureza Alemã (Reinheitsgebot), utilizando apenas 4 ingredientes: malte de cevada, água, lúpulo e levedura.

História: As Pilsens tem sua origem na cidade tcheca de Plzeň, (“Pilsen” em alemão). Como o sufixo “er” em alemão significa a procedência de alguma coisa, daí o nome correto do grupo: Pilsener. São divididas em dois estilos semelhantes: Bohemian e German Pilseners.

Referências Brasileiras: Saaz da Cervejaria Tupiniquim e Camila Camila da Cervejaria Bamberg, ambas do estilo Bohemian Pilsner.

Pilsen ou Lager - Cervejaria Tupiniquim Saaz Pilsen ou Lager - Camila Camila

AMERICAN LAGER

Amargor: O máximo de IBU deve ser 15.Pilsen ou Lager - mimimilho

Ingredientes: Podem utilizar adjuntos como milho e arroz (os chamados cereais não maltados), que além
de baratear os custos, acabam deixando as cervejas ainda mais leves e com menos sabor. Também são utilizados aditivos como estabilizantes, corantes, anti-oxidantes e até aditivos para fazer espuma.

História: As American Lagers formam um grupo diverso, englobando cervejas extremamente suaves, do estilo Lite American Lager (com grandes quantidades cereais não maltados) até o estilo Premium American Lager (com maiores quantidade de malte de cevada). Recentemente surgiu um novo estilo, com cervejas bem lupuladas, chamadas de India Pale Lager.

Referências Brasileiras: A representante clássica do estilo é a Budweiser, mas vale lembrar que todas as cervejas comerciais tradicionais são American Lager. A diferença é que algumas utilizam os adjuntos de milho e arroz (daí que surgiram os memes de cerveja de milho e o #mimimilho) como a Skol, Bohemia e própria Budweiser e outras utilizam malte, como a Bavaria Premium e a Serra Malte. Sobre a India Pale Lager, temos a cerveja Papito, da Cervejaria Blondine.

Pilsen ou Lager - Cervejas comerciais

 

Nossa ideia não é travar uma disputa de qualidade para te fazer optar entre pilsen ou lager, mas sim esclarecer as diferenças entre os grupos/estilos para que você saiba qual cerveja está comprando e porque elas “parecem” tão diferentes.

Ein Prosit!

Sobre Leandro Webster

Sou um Gerente de Projetos especialista em e-commerce. Apoio as IPA's e o lúpulo. Meu sobrenome se lê vêbister, não uébister. Rascunho de homebrewer

One comment

  1. Vale lembrar a importância das American Lagers. São muito criticadas, mas graças a elas, a cerveja é hoje a bebida alcoólica mais consumida no mundo. Surgiram após o período de crise (Lei Seca, em 1918, no Estados Unidos, e as duas Guerras Mundiais. Cervejarias eram arrombadas para roubarem os equipamentos, mais precisamente o que era feito de cobre, para derreter e usar em armamento militar. Com a o fim das Guerras, o número de cervejarias caiu drasticamente no mundo todo (Na Bélgica, por exemplo, de 3.223 para 775. Estados Unidos de 2.300 para 60) e obrigou alguns cervejeiros se unirem e produzirem as American Lagers, devido ao seu baixo custo de produção. O povo estava quebrado, sem grana. Então criaram um produto que atendesse as necessidades do momento. Acabou caindo no gosto do mundo inteiro e permanece assim até hoje. Não estou dizendo que são excelentes cervejas, mas sim que possuem um valor histórico.

    Parabéns pelo post.

    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *